Pular para o conteúdo principal
Publicado em 5, Jul 2021 por economia_obser…
Card mostra uma pessoa segurando um tablet e analisando dados junto com outros gráficos impressos sobre a mesa
Publicações

Expectativas para PIB e Inflação sofrem nova elevação, segundo Boletim Focus

A expectativa do mercado para o crescimento do PIB brasileiro em 2021 sofreu nova elevação, projetado agora em 5,18%. Apesar da variante da COVID-19 gerar preocupações, dados fortes de emprego nos EUA e perspectivas de retomada do setor de serviços geram certo otimismo para os agentes do mercado. Para 2022, houve leve revisão para 2,10%.

Em relação aos índices inflacionários, observa-se novo reajuste nas expectativas quanto ao IPCA, estando agora na casa de 6,07% para o ano de 2021. Esse ajuste se deve a expectativa de que uma demanda reprimida possa gerar maior pressão sobre os preços já a partir do último trimestre de 2021. Por outro lado, após o resultado do IGP-M em junho vir bem abaixo do valor registrado no mês de maio, houve certo alívio nas projeções do índice, a medida que ocorre a valorização do real e preços de commodities em dólar apresentam recuo. A estimativa para 2021 se encontra em 18,33%.

A produção industrial também registra leve aumento nas expectativas em 2021, com expansão de 6,30%. Corrobora para essa elevação, o resultado de maio divulgado na semana passada pelo IBGE, onde, depois de três quedas consecutivas, o indicador voltou a apresentar expansão de 1,4%, em comparação com o mês de abril.

No câmbio, sua previsão para fim deste ano caiu de R$ 5,10 para R$ 5,04. A elevação da SELIC trás a expectativa de uma maior atração de recursos externos para o país, reduzindo a taxa cambial. Para 2022, a mediana se manteve em R$ 5,20.

Para maiores detalhes e informações, acesse o documento abaixo.

Tags Publicações